SEGUNDA-FEIRA IV DA QUARESMA

O funcionário insistiu: «Senhor, desce, antes que o meu filho morra». Jesus respondeu-lhe: «Vai, que o teu filho vive». O homem acreditou nas palavras que Jesus lhe tinha dito, e pôs-se a caminho.


João 4, 49-50




O que Jesus diz ao pai deste jovem doente – «o teu filho vive!» - é uma resposta que é também sobre nós. Tu vives, diz Jesus a cada um de nós, desde o dia do nosso baptismo. E, por isso, cabe-nos fazer da nossa vida uma vida em que estas palavras sejam verdadeiras.


Que Jesus diga isto sobre nós é algo que nos diz do modo pelo qual Deus nos olha. Deus leva a nossa vida a sério. Deus olha para a nossa vida e quer ver, não uma sobrevivência, mas uma vida verdadeira e inteira. E, mesmo no isolamento em que estamos, essa vida verdadeira está aí à espera de ser vivida.


Mas o mesmo vale para todos os outros. Sobre cada um de nós, Deus diz «Tu vives!». É a Sua vida a alargar-se a todos, a começar pelos que vivem connosco em nossa casa. Vale a pena perguntar: tenho levado a sério a inteireza da vida dos meus pais e dos meus irmãos?


Proposta

Hoje ouve esta música. E reza a letra com fé!


Maria, que recebeste a Vida verdadeira, ensina-me a viver a vida que Deus me dá hoje.

Posts recentes

Ver tudo