SEXTA-FEIRA III DA QUARESMA

«Amar o próximo como a si mesmo

é melhor do que todos os holocaustos e sacrifícios».


Marcos 12, 33




Jesus, quando veio à terra, deixou-nos dois mandamentos para que tivéssemos pilares para não nos perdermos: amar a Deus sobre todas as coisas, amar o próximo como a si mesmo.


O nosso Deus é um Deus de amor, ama-nos tanto que inundou os nossos corações com o Espírito Santo.


Muitas vezes perguntamos-nos se algum dia poderemos retribuir o amor que Deus nos dá; e é nesse momento que entram os outros na nossa vida; amando os outros amamos a Deus.


Neste evangelho, o doutor da lei diz a Jesus que amar o próximo é melhor do que qualquer holocausto ou qualquer sacrifício; e Jesus reconhece que, uma vez percebido isto, o mestre está muito perto do Reino de Deus.


O amor a Deus e o amor ao próximo são inseparáveis; sustentam-se um ao outro.


Ao longo desta Quaresma em quarentena possamos aprender a amar do fundo do coração as nossas famílias.

Maria, que soubeste servir Jesus com todo o coração, ensina-nos a preparar o nosso coração para receber o teu Filho, e para que nos tornemos instrumento do seu amor.

Posts recentes

Ver tudo